quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Inutilidades Públicas - Que bonitinha!


Tranquilo? uhauahuah

Copiei do Ela tá de Xico

Macarraum - Rota 70

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Ouvidoria - Joe Satriani e Black Country Communion: música boa para todos os ouvidos...

Bom dia, pessoas!

É com grande prazer que hoje disponibilizo no blog da Rota alguns petardos para vossa apreciação. O primeiro, Black Swans and Warmhole Wizards é do grande Joe Satriani, figura carimbada no set list deste ser que vos fala. Mas hoje, confesso, que a disponibilização deste álbum para download é uma singela homenagem ao meu grande brother de beco e de Rota, o exímio guitarrista Thiago Lichfett, que adquiriu recentemente a sua Ibanez RG470 Prestige. O rapaz tem bom gosto, diria eu!
Como meu caro amigo (e eu, também) é admirador confesso da arte do mestre Satriani, fica a dica! O álbum de 2010 mostra-o mais voltado para a banda (talvez por sua experiência no excelente Chickenfoot), mas com a sua marca registrada evidente em todas as músicas: a criação de diversos temas que interagem perfeitamente durante a canção! Ele faz uso de uns modos estranhos em algumas músicas, mas que soam muito bem! É Satriani, né? hahaha
Eu falei há algum tempo da Black Country Communion, mas não havia colocado link para download. Pois agora, redimo-me de tal feito e disponibilizo para vocês um grande álbum. Glenn Hughes está soberbo nos vocais! Joe Bonamassa, de quem tenho grande admiração, segue maravilhosamente bem na guitarra e no vocal! Jason Bonham remete a força e vigor de seu pai, com peso e virtuosismo na bateria. Derek Sheriniam, conhecido dos tempos de Dream Theather dá sutileza e harmonia ao pesado supergrupo.
Eu gostei. Sou fã confesso de Hughes e este álbum mostrou-o firme e forte como uma das vozes do Rock´n Roll. Belos riffs, muita força e feeling explodindo neste álbum. Recomendadíssimo!


Neste final de semana, de feriadão para alguns, as boas opções na cidade são a Bierô, com Mamonas Assassinas e mais 6 bandas, a Touch Music (que não conheço ainda) que abriu no lugar onde era a Dreams. As outras opções são o consagrado Taberna e o expoente Bovary. Se não ficarmos todos bêbados no beco, pintaremos em algum lugar para ouvir o bom e velho rock´n roll!

Abraço rapaziada!

Seguem os links para download:




Macarraum - Rota 70

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Agenda de Sábado: A alegria não para, com o Mamonas Assassinas Cover!


Em Joinville, no final de semana ocorrerá o primeiro (ao que me lembro) tributo ao Mamonas Assassinas. A banda que virá, é considera a melhor neste quesito e não deixará a peteca cair lá na Biero, uma nova casa de rock da cidade. A festança começará as 20 horas, e outras 6 bandas marcarão presença no evento encabeçado pelo meu brother Nei Cássio, da sempre presente Covermania.
Desplug, Deep, Mary Jam, Laia Blues, Sexperiência e Retirantes completam a noite com rock para todos os gostos e estilos!
Evite fila. Chegue cedo!

Quem sabe em breve a Rota 70 não dá as caras lá pela Bierô? Não seria uma má idéia, né? Já que estamos até marcando ensaio, olha só!

Já prometi diversas vezes, porém em breve: SIM, NÓS TEREMOS NOVIDADES! uahuahuahuah Em época de eleição, repetir promessas é mais do que sensato! uahuahuah

Abraço

Macarraum - Rota 70

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Relatando - "Babagens de sexta" e "Uma feliz surpresa!"


Soneca de Menino Brabo!
Extremedeathmetalhardmonstercore dos infernos! hahahah
Brabo pacas!


Auto Tune My Dog - Watch more Funny Videos
Auto Tune - A voz do cachorro é igual ao do "vocalista" do Restart! Por que será? uahuahuahuah


Uma feliz surpresa!

Quero deixar aqui expresso a minha gratidão e o carinho que sinto pelos meus amigos da banda Os Impublicáveis, cujo a grande vocalista Carol Luz encontra-se na europa, conhecendo e desbravando o velho mundo!
Ela disse que lembrou desta pessoa vos fala, quando estava dentro do museu do rock no Hard Rock Café de Londres! Imagina! Lembrar desta pessoa num lugar que exala a essência e a pureza do Rock ´n Roll! Como diria meu amigo José: "um mutivo pa ficá ziliz!" hahahaha
Não tenho ido tanto aos shows deles como gostaria, ora por falta de dinheiro, ora por falta de dinheiro! uahuahuahuahuahuah Na verdade, este é o único motivo que me afasta do bom rock ´n roll! hahaha

É isso aí, rapaziada!

Forte abraço a todos!

Bom final de semana e juízo com seu voto!

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Inutilidades Públicas - Sabbath em Alta Voltagem!

Black Sabbath em estilo Black Sabbath... Como diz o Gordinho: "Tô com medo!" uhauahuahua A música é Iron Man, ok?



Segundo meu amigo Charles, Tesla explica o fenômeno. Vai saber! Larguei a Física há bastante tempo! hauhauhauhauh

Macarraum

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Ouvidoria - Bachman-Turner Overdrive (BTO): Rock´n Roll é a única solução, meus caros!


É isso aí galera!
Hoje, voltando com a coluna Ouvidoria e nela, uma banda setentista que retoma aos trabalhos depois de quase 15 anos sem lançar material. Trata-se do pessoal da BTO, que lançou seu primeiro álbum em 1973 alcançando razoável sucesso. Anteriormente, lançaram-se no mundo com outro nome, Brave Belt, cujo os membros eram ex-integrantes do The Guess Who (Randy Bachman e Chad Allan). Junto com Fred Turner, saíram tocando pelo mundo afora sem conseguir muito sucesso com a Brave Belt até que Tim Bachman fosse integrado a banda e o nome alterado para Bachman & Turner. A inclusão Overdrive, deu-se por conta de uma revista homônima sobre caminhões, que Turner viu em uma loja em Windsor (Inglaterra) e escreveu em um guardanapo "Bachman-Turner Overdrive", BTO. Sugeriu para o grupo e eles aceitaram de primeira, pois o som deles era pesado e cheio de punch.
Lançaram diversos álbuns de estúdio, ao vivo, coletâneas... Mas desde 1996 não lançavam material novo e neste ano de 2010 decidiram lançar seu álbum, intitulado "Rock´n Roll is the only way out". Eu gostei, e você?

PS: Os caras são canadenses! Para quem acha que os canadenses não são confiáveis, está aí a grande prova do contrário! auhuahuahua



Taking Care of Business - BTO - 1973


Hold Back the Water - BTO - 1974


Let it Ride - BTO - 1976

Não achei nenhum vídeo dos caras tocando as músicas do último álbum, mas como você pode baixá-lo, então, não terá muito problema para curtir! heheheh

Abraço

Macarraum

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Um pouco de história - A história por trás dos Walker´s!



Um pouco da história do grande whisky Johnnie Walker. Aprecie sem moderação!

Fica da dica: www.palcomp3.com.br/drpimenta - Tem música nova dos caras para download! "O Tema". Recomendadíssimo!

Abraço

Macarruam




sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Maravilhas da música - Um show magnífico!


Buenas, senhoras e senhores! É com grande prazer que hoje vos apresento alguns vídeos de um show memorável, que aconteceu no ano passado, reunindo Allman Brothers e Eric Clapton. Confesso que não sou um profundo conhecedor de Allman Brothers, mas os trabalhos de Warren Haynes e Derek Trucks eu conheço bem e recomendo sempre!
Na década de 70, Eric Clapton uniu-se a Duanne Allman e montou o Derek and The Dominos, que como legado, além de proporcionar ao mundo uma banda formidável, nos forneceu algumas músicas de qualidade ímpar, das quais cito apenas Layla (que na minha opinião é uma das maiores composições da história!). Duanne faleceu, mas o Allman Brothers continuou e hoje, Warren Haynes, um confesso fã de Eric Clapton, tem a possibilidade de dividir o palco com o grande mestre.
Warren Haynes, na minha modesta opinião é um dos artistas mais completos da história do rock ´n roll. Exímio vocalista e gigante na guitarra, aliando a técnica apurada a uma feeling tremendo. Ouví-lo é sempre um prazer.
Derek Trucks, de quem postei há pouco tempo o último álbum, é um guitarrista e compositor fabuloso. Tem uma dinâmica de solo destruidora e é uma referência para mim em slide guitar. É o mais novo dos três e é só nisso que ele fica atrás dos outros dois. E sobre Clapton... Bom, basta apenas dizer que ele é um monstro sagrado na história da música moderna! uahuahuaha

Layla - Allman Brothers & Eric Clapton

Little Wing - Allman Brothers & Eric Clapton. Prestem atenção aos backings do Haynes... fantástico!


Nesse arquivo, constam as músicas dos dois vídeos acima.

Abraço

Macarraum - Rota 70

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Ouvidoria - Jason Mraz: uma grata surpresa!


Pois bem. Antes de pirarem na batatinha, crendo que cometo um sacrilégio ao falar de um artista pop no blog da Rota, permitam-se ouvirem os sons do cara. Não as melhosas I´m Yours ou Lucky, mas o complemento do trabalho do cara. É muito bom! Rico em dinâmicas, bons músicos e uma musicalidade fantástica!
Jason Mraz faz parte do meu playlist hoje em dia, principalmente pelas músicas Geek in the Pink, Copchase e Butterfly. Recomendo!


Geek in the Pink - Jason Mraz


Copchase - Jason Mraz


Butterfly - Jason Mraz

Permitam-se! Coisas boas acontecem quando nos permitimos ouvir algo além do nosso quadrado!


É isso aí! Como diria o Sr. Alfredo, dos Impublicáveis: A idéia é essa!

Abraço!

Macarraum

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Utilidade Pública - Let it Jam, com Tributo a Neil Young!


Quando a Let it Jam se reúne, é melhor guardar um "pilas" para ir ao show dos rapazes (isto vale para a minha pessoa também!). O eterno trio depiriano, se une novamente ao grande Xande para levar ao palco do glorioso Taberna, as grandes canções do inigualável Neil Young. Duas, eu sei que estarão no set: Cortez, The Killer e Heart of Gold.
Domingo, no Taberna! Não perca! Começa as 21 horas o show!

Vale deixar expresso, que os rapazes tocarão do seu jeito as músicas do mestre, ou seja: A Let it Jam transbordará o Taberna com feeling, técnica e o típico bom gosto da trúpe!


Dave Matthews Band com Warren Haynes tocando Cortez, The Killer do Neil Young. Fantástico.


Neil Young, o mestre, tocando Heart of Gold.

Apreciem sem moderação!

Abraço!

Macarraum - Rota 70

terça-feira, 27 de julho de 2010

Ouvidoria - Dr. Pimenta: O puro tempero joinvilense!



É isso aí, rapaziada! O vídeo acima foi gravado nos estúdio da TVBE, para o Programa "Palco Livre". A música apresentada chama-se Dagda, e... não preciso dizer muito, né? Apreciem sem moderação!

A banda é formada por Tony Araújo (violão e voz), Gabriel Vieira (baixo), Chimba (bateria) e Luciano Caetano (guitarra e vocal), este último, conhecido também por Azar, com quem tenho a grande honra de dividir o palco na Rota 70. Sim, ele toca bateria e guitarra e ultimamente não sei dizer qual dos dois ele toca melhor! Não por serem meus amigos, mas os caras estão numa crescente fantástica! Em breve, creio que Joinville será pequena demais para o talento da trupe e eles alçarão vôos maiores... Eu tenho fé nisso!

Baixem o single Dagda no Palco Mp3 e curtam esta grande banda da cidade!

Na minha singela opinião, a melhor música dos caras é Sexo e Prazer, que eu torço para que seja gravada em breve!

No más, é isso!

Abraço

Macarraum - Rota 70

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Relatando - Vida que segue...

É isso aí rapaziada! Seguimos o coito. Trabalhando muito, tocando pouco, mas ainda assim, de maneira sincera. Queremos tocar mais e estamos nos preparando para isso e em breve, creio que consigamos fazê-lo. O ano de 2010 não está sendo muito produtivo para a Rota 70, mas espero que no segundo semestre nós consigamos nos apresentar mais e melhorar, sobretudo, a qualidade das nossas músicas autorais, bem como o cast dos covers que fazemos. Eric Clapton, Grand Funk Railroad, Free, Gov´t Mule, Led Zeppelin mais um ou outro gigante estão tilintando no nosso set. Um dia sai!
Tenho escutado muita coisa boa desde a última postagem e deixarei hoje um ótimo material para download.
Amigos lançaram álbuns, "amigos" me decepcionaram e coisas estranhas aconteceram com a tal "cena" de rock da cidade. Dias melhores virão, ao meu ver e um ótimo post proporcionou grande repercussão e discussão no blog Orelhada, de Rubens Herbst. Roleta Viciada é o nome e acredito que você deveria dar uma olhada lá e refletir um pouco sobre tudo o que foi dito lá.
Alguns membros da Rota 70 seguem com trabalhos paralelos. O Luciano "Azar" (baterista da Rota 70) toca guitarra na excelente Dr. Pimenta que na minha opinião, deveria tocar toda semana na cidade! Não é por que são meus amigos, mas os caras são muito bons.
O Nando (baixista da Rota 70), toca baixo na banda Pistolera, num projeto puramente autoral. Os sons estão ganhando corpo e se mostrando cheios de personalidade. Parece-me que gravarão 10 músicas e já tem 4 prontas, então... é esperar para ver.
Eu sigo trabalhando com alguns amigos num projeto de Black Music, sem nome definido, mas com uma proposta musical já resolvida. Sendo bom, nós tocaremos! E tenho a felicidade de tocar com uma rapaziada fantástica, de grande nível técnico e feeling. Um prazer inenarrável, definitivamente.
Não pensem que a Rota 70 está acabando. Apenas estamos nos permitindo tocar tudo aquilo que gostamos, porém, respeitando a filosofia da Rota 70: de ser uma banda com uma proposta puramente setentista. Não deturparemos o nosso som e seremos sempre fiéis as nossas origens.
Mas é isso. Um post para reavitar o blog.
Segue link de download para o álbum "Already Free", da Derek Trucks Band, de 2009. O cara aparece nos álbuns do Gov´t Mule, Allman Brothers e tantos outrs grandes grupos americanos. O garoto é bão! uahuahuahua

Recomendadíssimo!

Abraço cambada e até a próxima!

P.S.: Não tenho nenhum amigo chamado Bruno, ok? uahuhauahua

Macarraum - Rota 70

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Ouvidoria - Oficina G3: O Dream Theather de Jizuis!

Opa...

Hoje postarei um álbum bem diferente do que venho postando, mas que tenho escutado bastante nos últimos tempos. Muito, confesso, pela bela linha de vocal empregada neste álbum. Na minha singela opinião, a música é boa e ponto. Cada um que faça o que bem entender com as mensagens nelas contidas (eu dou de ombros, para ser bem sincero!)
Um álbum diferente dos caras e eu gostei. Belas melodias, algumas interrompidas por solos fritados demais, mas essa é uma das características da banda, que muito se espelha no Dream Theather (grandes músicos de músicas ruins, ao meu ver!)
Longe de qualquer apelo religioso, eu deixo claro: o álbum é bom e merece ser ouvido (numa caminhada e sempre sozinho)!




Gosto das faixas Incondicional, Continuar e People Get Ready.

Divirtam-se!

Bom final de semana!

Abraço

Macarraum - Rota 70

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Relatando - E lá se vai um gigante... R.I.P DIO

Pois é...

Muitos já sabem, mas fica aqui a minha homenagem a este grande cantor. Um dos meus cantores favoritos, ao lado de Plant, Gillan, Haynes, Rodgers, Coverdale e outros...
Torço para que as novas gerações reverenciem DIO como ele merece: único, imponente e majestoso.


O céu prestando sua última homenagem a DIO...

Parece que Bonzo, Dimebag, Randy Rhoads e Burton encontraram o seu vocalista... E um dos melhores, por sinal! Sigo escutando Live Evil para me consolar... DIO foi perfeito nesse álbum!

Vida longa ao Rock´n Roll!


Abraço

Macarraum - Rota 70

terça-feira, 27 de abril de 2010

Nota Importante - Algumas explicações...

Bom...
Faz tempo que não atualizo o blog e por um motivo especial: em muitos momentos ele refletiu apenas as minhas opiniões. Assim sendo, como não deixarei de falar as minhas bobagens, estarei criando um outro blog para minha pessoa, com o intuito de divulgar trabalhos futuros dentro e fora da música.
Deixo bem claro que a Rota 70 continua firme e forte, mesmo não contando mais com algumas "parcerias" um tanto quanto duvidosas...

Não temos agenda prevista, mas negociamos com alguns lugares para tocarmos.

A propósito, fica aqui expressa a minha singela homenagem ao Don Rock, casa que disseminou um conceito importante aos bares e pubs da cidade: ADMINISTRAÇÃO!

Se alguém tiver alguma idéia para nome do meu novo, por favor!

blogdomacarraum.blogspot.com (é uma possibilidade) uahuahauhuah

Abraço

Macarraum - Rota 70

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Inutilidades Públicas - Vida Perfeita x Vida Real


X


É... fazer o que! uhauhauahua

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Relatando - Ces´t la vie...

Pois então. Cá estou eu com meu botões, pensando e refletindo sobre diversos aspectos de minha porca vida, quando vejo que boa parte das minhas preocupações são besteiras. O botão do "foda-se" ligado, o copo sempre meio cheio e a cabeça sempre meio feita sugerem uma abordagem simples para a vida, mas ultimamente isto não tem ocorrido... Ces´t la vie, como diria um grande amigo meu!
Destaco o Cido, baixista da Echoes ali atrás. Malzaço! uhauahuah
Sábado foi dia de Zeppa e o pré-show foi ótimo! Divertido, descontraído e cheio de energia, como manda o figurino. Nem a falta de tomadas impediu que o show rolasse. "Vai tudo ligado direto sem mesa mesmo!" E assim é que foi...
Confesso que o show em si foi estranho, pois, ou a platéia não curtiu nosso show ou o fato de eu não estar bêbado no palco alterou meu julgamento. Enfim: já tivemos shows melhores, com certeza, mas isso não é desculpa para nada.
Na platéia grandes amigos, que há muito não viam um show nosso. Alguns, por excesso de carinho, em coro bradavam: "Macarraum, filho da puta!" Na verdade, eu não entendi o motivo de tal "mimo", mas... seguimos o coito!
Galera no Zeppa, 17/04 - Pelo que fiquei sabendo, o crédito das fotos vai para o Sr. Eduardo Schmitz.
Estreamos Children of the Grave e The Ocean... Quando terminamos de tocar ambas as músicas, era possível ouvir o rio passando ao lado, o que me deixou altamente constrangido, pois modestamente, as músicas foram muito bem executadas. De 22 músicas, apenas 5 surtiram algum efeito junto à platéia. Cheguei a uma conclusão importante: Santo de casa, não faz milagre! Eu fiquei um tanto quanto encucado com isso, pois não considero nosso repertório ruim. É repleto de clássicos, mas estes servem para dar suporte as nossas músicas autorais e isto é uma opção da banda.
Mudando de saco para mala, muitas pessoas reclamam da falta de espaço para shows de Rock´n´Roll em Joinville, ou da falta de oportunidades para tocar, mas o que realmente falta é companheirismo entre as bandas. Disso nós não podemos reclamar, pois a Echoes foi uma excelente parceira de show e os amigos de outras bandas também estavam presente curtindo, sobretudo, o Zeppa. Os amigos das bandas Seus Alternadores e Os Impublicáveis estavam em peso e isto abrilhantou muito a noite e me deixou particularmente feliz. Belos exemplos no palco e na vida, definitivamente. Belos exemplos!
E hoje, pós-feriado eu estou trabalhando. Fui dormir as 4:40 da manhã e acordei as 6:50, com a cabeça cheia de whisky. Então, dá para imaginar o trabalho que está sendo para efetivamente trabalhar. "Algo estranho não está certo", já dizia o "velho deitado" e sensações estranhas aplacam este pobre ser (quem me vê falando assim, acha que eu tenho um pacto com o Mun-há! uahuahauh).Sei lá, tô de boa! E vamos em frente!

Rota 70 no Zeppa 17/04


E para não dizer que não deixei nada interessante, segue um álbum para download:


Precisa explicar alguma coisa sobre a banda? uahuhauah

E em duas partes, para apreciação de vocês, eu deixo o primeiro álbum do Grand Funk Railroad, banda esta que considero tão poderosa quanto Led Zeppelin... "Muito menos que Deus, porém bem mais do que meros homens"... Uma boa definição da banda dos caras, para mim!


Ouçam Heartbreaker, do GFR. Recomendadíssimo!

Para a física, o ano milagroso foi 1905, com o advento da teoria da relatividade de Einstein. Para o Rock´n´Roll, com certeza o ano milagroso foi o de 1969. Queria eu ser vivo para ter visto e ouvido ao vivo!

Abraço!

Macarraum - Rota 70

OBS: Fica aqui expresso o nosso muito obrigado ao Zeppa e a Camila, pela oportunidade de tocarmos na casa. Foi uma honra, de verdade!

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Parada Obrigatória - Sabadão no Zeppa!


É isso aí galera! Sabadão no Zeppa é garantia de festa, meus caros!
A festa começa as 23 horas e o som não pára antes do seu Juvenal mandar. Se ele quizer ficar acordado, a gente vai tocar até não conseguir mais!
A rio fica mais lindo em noite de rock, meu caros!

Quanto mais gente melhor, pois a festa vai ser mais animada! Chame os amigos, os cachorros e até as crianças, pois o Zeppa é o lugar perfeito para todo o tipo de gente!

Nos vemos por lá!

Abraço...

Lembrando que no dia 17/04 também rola Let it Jam no Don Rock, portanto, se você não puder ir ao Zeppa, por favor: que seus passos te levem ao Don Rock para curtir Let it Jam!

Macarraum - Rota 70

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Utilidade Pública - Senhoras e senhores: o "nascimento" de uma gigante!


Me sinto feliz há algum tempo, por ver a cena roqueira da cidade se fortalecer. Umas bandas acabam, outras nascem e muito há de ser feito para o deleite dos fãs e apreciadores do Rock´n´Roll. Não acredito que xiismo resolva alguma coisa, que no que diz respeito à coexistência de diferentes estilos musicais e filosofias de vida. Música boa não tem fronteira, rótulo! É boa e pronto! Se faz bem ao espírito, a alma, eu acredito que está valendo... E se tem um banda que tem feito isso magistralmente nos últimos tempos é a Os Impublicáveis.
Se eu for contar quantas vezes já falei deles neste blog, acho que ficarei algum tempo relendo os posts e fazendo contas, pois há muito aprecio a banda, os integrantes e sobretudo a sua postura ética e profissional a frente deste excelente projeto musical.
Qual o motivo do post? Bem... eu recebi 6 ligações de amigos dizendo que pela primeira vez na minha vida eu havia efetivamente ajudado eles, indicando a noite de sábado no Bovary Snooker Pub (que no meu coração eternamente será conhecido como Liverpool!) como um evento imperdível para os apreciadores de boa música e um ambiente amplamente aconchegante.
Mas não para por aí! No domingo, estavamos nós, da Rota 70 ensaiando para dividir o palco do Zeppa com a banda Echoes, quando recebo mais algumas ligações perguntando por que eu não cantava tão bem quanto ela! uhauahuahauha Não me senti nem um pouco ofendido, pois ser comparado com alguém que efetivamente é mais preparada, tem mais experiência e sobretudo um talento absurdo (para não dizer imoral, as vezes! uhauahua) não e demérito para ninguém! Contemplar a qualidade de um músico, estar ciente de que tem qualidade e manter sempre os pés no chão é uma questão de princípios, ao meu ver. E isso eu tenho de sobra! hauahuhauaha
Mas o que me chamou a atenção, não foi a contemplação da qualidade da banda Os Impublicáveis, mas sim o burburim que causaram e que sobretudo, vem causando na cidade e região. Eu vi os inícios de Os Depira, Karadura Blues Brothers, Reino Fungi e tantas outras bandas autorais da cidade, e vejo n`Os Impublicáveis a força e a disposição para serem uma referência paras os jovens da cidade, tomando para si o papel que estas gigantes tinham no cenário musical da cidade. E o que mais me deixa feliz é que eles agregam valores e amigos, não distanciam quem por vezes discorda deles e mantém uma relação cordial e profissional com todos que buscam dividir os palcos da vida com eles. Sou testemunha disso, pois a Rota 70 já teve a honra de tocar ao lado da trúpe!
Meu padrinho se orgulhava de ter sido jovem na década de 70 e ter visto os gigantes caminhando sob a terra. Mal sabe ele, que eu também posso encher o peito de orgulho e vigor, ao bradar que eu vi o início dos Impublicáveis, Seus Alternadores. Sou contemporânea à Let it Jam, Comanches, Coice de Mula, Reino Fungi, Dr. Pimenta e Echoes. Já tocamos ao lado de Vlad V e Creedence Brasil e galgamos o nosso lugar entre eles da mesma maneira que levamos as nossas vidas: ajudando quem podemos ajudar e sobretudo sendo sempre fiéis e justos com a nossa arte, pois escolhemos nos expressar desta maneira.
Confesso que a vontade de ir ao InCover era gigante, tendo em vista a qualidade do cast de bandas, mas como temos show na semana que vem, prudentemente optamos por ensaiar, para colocar alguma coisa nova neste mundo de "velharias" que tocamos!
Em breve teremos mais novidades... Mais Led Zeppelin, Deep Purple, Grand Funk Railroad, Eric Clapton, Pink Floyd, Made in Brazil, Casa das Máquinas, Patrulha do Espaço e tantos outros petardos... Tá tudo bem encaminhado, só falta coragem e ensaio agora! uhauhauah

Este, senhoras e senhores ao meu ver, é o nascimento de uma gigante. Felizes os que assim como eu, podem acompanhar de perto os shows d´Os Impublicáveis, pois acredito que logo logo, teremos que pegar fila para comprar ingressos para ver o show deles... Escrevam o que estou dizendo!

Led Zeppelin - Since I´ve been loving you (E por falar em gigantes, a maior de todas!)

Deep Purple - Mistread (Credo! uhauahuah)

Black Sabbath - War Pigs (Medo!)


Deixei o Gouveia fazer a arte e olha no que deu! UHUL! uhauahuaha Valeu quirido! hauauahauh

Quer ouvir Led, Deep Purple, Doors, Black Sabbath? Então não perca, sábado, 17/04 na reabertura do Zeppa, o primeiro show do ano com Rota 70 e Echoes! Ajudem a divulgar, por favor!

Quem não for vai... vai... vai pegar AIDS! uhauahuah

Abraço!

Macarraum - Rota 70
"A verdade é filha do tempo, não da autoridade!"

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Relatando - Juntando os cacos...

Pois é galerosa! Enfim, apareço na frente do computador para atualizar este querido espaço que utilizo para informar, entreter e para me satisfazer, pois é muito agradável saber que as pessoas também apreciam ler as bobagens que escrevo. Cara: eu estou trabalhando em Pirabeiraba e morro no bairro ITINGA! VOCÊS TEM IDÉIA DE COMO É LONGE? São 3 ônibus, dois cipós, 1 barco e 45 minutos andando no lombo de um jumento para chegar a bucólica região de Pirabeiraba, eternizada nos versos de Piracity, da lendária banda Os Depira.
Bom... Muita coisa aconteceu neste tempo que o blog ficou "esquecido". A banda Rota 70 se apresentou no palco do programa Garagem Joinville, num especial chamado "Eu gosto mesmo é dos 70" (ou algo parecido), onde ao lado da banda Alta Voltagem, de Brusque, enchemos os ouvidos das pessoas que acompanham pela Rádio União FM 87,5 um rock´n´roll no domingo a tarde.
No final, apareceram os amigos da Echoes e rolou aquela Jamzoza. Doors, Deep Purple e mais alguns sons foram defendidos à unhas e dentes pela rapaziada, para levar a sua casa o verdadeiro rock´n´roll de grande qualidade e cheio de entusiasmo.
Uma notícia boa: não fui assaltado novamente, fato que me alegra e emociona!
Outra excelente notícia é a escalação da Rota 70 para abrir as festividades do ano no Zeppa! Dia 17/04 estaremos fazendo um barulho nesta inquebrável casa do rock de Joinville. Não sabemos ao certo quem vai tocar conosco, mas rolará uma parceria, com certeza.
E fiquei muito feliz na terça (musicalmente falando). Estava eu, um pobre rapaz latino americano caminhando pelo centro da cidade, quando lembro que precisava pagar a porcaria de uma conta. Lá vou eu em direção ao Shopping Müeller e logo comecei ouvir um som muito, mas muito agradável vindo de algum lugar no estabelecimento. Violão, baixo, percussão e um timbre de voz fantástico era o que eu escutava ao subir as escadas em direção ao buteco da Brahma no terceiro piso. Estava rolando U2 com "With or Without You" e logo após foi tocado "Another Brick in the Wall", no melhor estilo Roger Waters. Reconheci a voz instintivamente, pois se tratava do grande Jakson Just, que oriundo da Itália (país onde reside há um bom tempo), veio ter com sua família umas férias mais do que merecidas. Ele escutou alguns "fala tiozão", "e daí sogrão", "fala meu cunhado!" e por aí vai. Só posso dizer que foram justas as provocações! uhauahauh
O cara simplesmente mandou ver e chamou uma galera para cantar com ele. Foi memorável, meus caros. Memorável!

E já fiquem avisados: 17/04 Show da Rota 70 no Zeppa, a casa do exagero! E homenageando isso, colocarei alguns dos petardos que rolarão no show... Aproveitem!


Layla - Eric Clapton


Children of the grave - Black Sabbath


Good Times Bad Times/Communication Breakdown - Led Zeppelin

E em breve, trarei novidades sobre os projetos paralelos à Rota 70, que envolvem música e Stand Up Comedy, Comédia em Pé ou Humor de Cara Limpa, como preferirem!

Abraços!

Macarraum - Rota 70

"A verdade é filha do tempo, não da autoridade."

segunda-feira, 22 de março de 2010

Relatando - Juntando as migalhas...

É isso aí rapaziada!
Depois de alguns dias sem postar (não haverei de deixar o blog jogado as traças), venho através deste expressar toda a minha felicidade e contentamento pelo final de semana glorioso que tive. Neste momento, curtindo uma sonora dor de garganta por conta do exagero, principalmente do sábado, numa formatura de um curso que eu já não lembro mais qual era e de uma formanda que eu também já não lembro o nome!
O que foi o show da Let it Jam na sexta, hein? AWESOME! (como diria meu amigo levemente afeminado Bernardo, de São Bernardo do Campo, no ABC paulista, que curte o blog desde que fiz a parceria com o Lágrima Psicodélica) e se este másculo rapaz tivesse a oportunidade de ir ao show da Let it Jam, ele conheceria de vez o que é boa música e veria músicos de grande qualidade, divertirem-se tocando os clássicos não tão clássicos assim do Rock ´n´ Roll.
Confesso que a oportunidade de cantar uma música com os rapazes me deixou motivado. Até prestei atenção nas aulas de canto essa semana (coisa que deveria fazer sempre, para o bem do meu malfadado bem-estar econômico)! E como saideira, de tanto este ser que vos fala encher a paciência rolou até Wolfmother (coisa que eu tenho certeza não se ouve todo dia por estes pubs de rock do mundo!), Apple Tree. Sou fã da banda, tenho os dois álbuns, e Mind´s Eye é a música que mais gosto do primeiro álbum, onde Apple Tree foi retirada.
E meus amigos, o show foi dividido em "Antes de Carol/Depois de Carol" (AC/DC, entenderam? Este é um trocadilho infame puramente copiado do Sr. Alfredo, baterista da excelente banda Os Impublicáveis)! Fica aqui expressa a minha mais singela opinião ao quarteto da Let it Jam: se for convidar a Carol, deixe-a para o final, pois assim vocês não inibem vocalistas de menos primor técnico (para não dizer ruins!) e com um teor alcoólico já bem alto no sangue! Isso é tão verdade, que depois dela, ninguém subiu para dar mais canja! Acabou a brincadeira! Eu é que não ia subir lá! uhauahuahuah
E caros leitores, confesso que nunca me senti tão bem na vida (pode ser que a minha péssima memória ajude nisso), pois estou aqui digitando após uma maravilhosa noite de sono; pouco sono; porém ótimo! Pode ser por conta da iminente dor de garganta, como mencionei antes, plenamente justificável, pois, na formatura de sábado,
Eu teria todos os motivos para estar preocupado, sem vontade de cantar uma bela canção! Eu saí de uma empresa que simplesmente sumiu do mapa legalmente e obviamente, eu não recebi um centavo até o presente momento! Eu fui assaltado duas vezes em 7 dias e minha carteira de motorista que deveria voltar há pelo menos um mês não o fez ainda!(para quem já passou 9 meses sem, um mês a mais, um mês a menos não vai fazer diferença!) E encaro problemas familiares graves, na visão de algumas pessoas. Mas... Deus salve o Rock´n´Roll, a boa companhia e a cerveja gelada, pois não consigo me sentir triste ou deprimido por conta disso. As limitações são imensas, mas, a minha parte eu faço! Um sorriso sincero no rosto é a melhor arma contra todos estes tristes relatos que acontecem com o mundo e isso, felizmente, ninguém há de tirar desta bolachuda face!
E ontem o Pestana me disse que eu sou assaltado freqüentemente pois tenho uma cara de vítima. Não sei o que ele quis dizer com isso, porém, discordo veementemente! Esse lance de ter "cara de algo" é uma das coisas mais estranhas que existe no mundo, pois priva e pune pessoas de bem em alguns casos. Como o botão do "Foda-se" está sempre ligado na minha vida (e para alguns ele quebrou há algum tempo!) eu a levo da maneira que considero mais prazerosa: fazendo o que gosto, quando gosto e por que gosto...
Sexta, na companhia de minha linda namorada, do Gordinho (meu fiel escudeiro! uhauahuah) e de outros grandes brothers como o Lemos e o Rodrigo da Echoes (quer saber onde tem rock ´n´ roll de qualidade, siga estes rapazes, pois eles vão pelo cheiro!), Kaçamba (Comanches) e Dani (Don Rock) e tantos outros que minha memória ruim me faz sempre esquecer. À todos, meu sincero abraço e cordiais felicitações por se permitirem curtir o rock´n´roll "das meió qualidá possíver!", como diria o grande Edu Ardanuy, em seus diversos workshops acompanhados por este ser que vos fala.
Despeço-me certo de que este é o melhor jeito de viver e vivemos os melhores dias de nossas vidas. Fico pensando o que eu contarei aos filhos dos meus amigos sobre estes dias que vivemos hoje e acredito que passarei por maluco e serei, assim como o sucesso do serei "excluído do msn e do orkut" da vida das pobres crianças. Penso que será melhor assim!
E parabéns aos Seus Alternadores, que no sábado, junto da banda Echoes fez o chão de Barra do Sul, mais precisamente o Dyick´s Bar tremer! Segundo os rapazes, este foi o melhor show deles em sua breve história e assim como no Don Rock no sábado, com a banda Barões do Cajú, o mundo pareceu girar em torno destas casas, pois os relatos são os melhores possíveis! Fico feliz por todos, mas tenham certeza: eu estava no melhor lugar que poderia estar (se minha saúde financeira permitisse, estaria pelo menos muito, mas muito bêbado!), mas acredito que dias melhores virão e se isto não acontecer, pelo menos bêbado eu estarei para enfrentar qualquer artimanha do destino ou do Gadarêno (como diria o meu folclórico amigo Chimba).

Começamos a semana com uma singela homenagem ao grande Marvin Gaye! Orgasmo sonoro garantido! E que fará parte de um projeto paralelo deste ser que vos fala em breve! No decorrer do tempo e na hora certa, eu faço comentários completos!

I heard it through the Gravepine - Do mestre Marvin Gaye, que foi interpretado primoramente pela Carol, junto à Let it Jam na sexta no Don Rock.

Let´s get it on - Marvin Gaye.

Abraço!

Macarraum - Rota 70

quarta-feira, 17 de março de 2010

Utilidade Pública - Thundercats, The movie...

Felizes, o que assim como eu nasceram nos anos 80. Pouco da música internacional pode ser aproveitado no decorrer desta época, porém existem diversos ícones que nasceram para o mundo no interim do que muitos chamam de "década perdida". Na minha singela opinião, a melhor época do Rock ´n´ Roll nacional foi nos anos 80, com diversas bandas de grande qualidade e inúmeros sucessos e ícones para as gerações futuras e digo mais: meus heróis não morreram apenas de overdose, mas também de AIDS, vômito e tantos outros motivos esparsos.
Mas o que mais me chama a atenção sobre os anos 80 são os desenhos. Era ótimo ser criança nos anos 80 para poder assistir aos desenhos animados da Globo, SBT, Manchete e Band. Eram tempo mais inocentes, com certeza, pois todo o mundo era mais simples. Se as crianças "não se comportavam", os pais sentavam o braço e estava tudo resolvido e a maior fecilidade que tinha era a de poder ir "brincar na rua" e sempre com horário marcado, pois os desenhos não podiam esperar. Nem preciso forçar muito a minha péssima memória para lembrar de muitos clássicos dos anos 80!
Jiban, Jiraya, Changemans (a primeira boy band do mundo e os pais dos Power Rangers!), Jaspion, Black Kamen Rider defendiam o mundo de vilões alieníegenas todos os dias, sem descanço! Haja vilão para enfrentar eles, hein? E todos aqueles apetrechos que eles utilizavam? As armas, as armaduras! Mas o que mais me chamava a atenção era a história, que tinha um contexto, pois todos salvavam o mundo por um motivo nobre, cheio de significado e moral.
Os animais também agitavam as manhãs, com a doçura dos Ursinhos Carinhosos em contraponto à apologia velada ao uso de drogas dos Ursinhos Gummy (tomar uma bebida que te dá a sensação de estar mais forte, destemido e cheio de ânimo e energia... eu sei que outra coisa faz isso!), a malandragem da Pantera Cor-de-Rosa, as aventuras italianas das Tartarugas Ninja e a surreal vida de Snoopy e Charlie Brown. O Cavalo de Fogo (que era roxo) e Ventania (o cavalo da She-Ra), pulavam e (pasmem) falavam durante todo o desenho!
Duck Tales, Jimbo, Muppets, Alf (sarcasmo e irônia de maneira inocente!), Inspetor Bugiganga, Capitão Planeta (Terra, Fogo, Água e Ar!) e Ghostbusters agitavam as manhas com suas aventuras regadas à feitos impossíveis e cheios de significado. A Família Dinossauro e o "Não é a mamãe" entraram para a história, como uma crítica à sociedade moderna e aos seus usos e costumes.
Um dos meus desenhos favoritos passava na TV Manchete. Eram os Cavaleiros do Zodíaco, com toda aquela história complexa e cheia de detalhes e referências à mitologia grega e história japonesa. Eu era obrigado a comprar revistas especializadas sobre o desenho, para conseguir informações sobre a série, pois pasmem: NÓS NÃO TÍNHAMOS INTERNET! Quando queríamos muito algo, precisavamos comprar enviando cartas e esperando bastante tempo para recebermos. Eram outros tempos e talvez por isso eu seja uma pessoa um tanto quanto paciente...
E os Comandos em Ação com seus bonecos de polegares rígidos? Vai dizer que você conhece alguém que tenha os bonecos dos Comandos em Ação intactos, depois de pelo menos duas semanas de uso? Aqueles polegares foram feitos para quebrar, só pode! Os meus bonecos todos não tem o bendito do dedão! E as bases e carros que eles lançavam há cada mês? Caraca, eu ficava torcendo para conseguir ganhar um daqueles (sempre fiquei só na torcida), mas eu tinha uma base que era a mais louco possível, pois era gigante e eu podia brincar em diversos ambientes na mesma base. Ela se "foi", quando meu irmão começou a brincar com as minhas coisas... Um triste fim, eu diria!
Mas toda esta nostalgia está relacionado aos Thundercats, que terão a sua história contada no cinema à partir do mês que vem. Sempre imaginei um filme do desenho, pois eu sempre adorei a história e os personagens. No elenco, estão Mark Wahlberg, Brad Pitt, Vin Diesel e mais alguns astros de Hollywood. Eu não vou perder a chance de ver alguns heróis da minha infância no cinema e digo mais, em breve os Cavaleiros do Zodíaco ganharão vida pela sétima arte e para este, eu fico extremamente preocupado. É muita informação e muita história para pouco tempo, eu acho. Mas é esperar para ver!


Trailer do filme Thundercats

É isso aí!

Abraço

Macarraum - Rota 70

terça-feira, 16 de março de 2010

Convocação - Let it Jam no Don Rock!


Se você tem dúvida sobre o que fazer na sexta-feira, 19/03, acredito que depois deste post não terá mais dúvida alguma! A Let it Jam incendiará o palco do Don Rock com os clássicos dos clássicos do Rock ´n´ Roll, em performances dignas das melhores jam bands do mundo! Músicos de qualidade ímpar farão da "Casa do tal Rock ´n´ Roll" de Joinville "o" lugar para você estar na noite de sexta-feira.
E fiquei sabendo que como se trata de "clássicos do rock revisitados em clima de jam session", rolarão muitas jams durante o show. Reza a lenda, que pela qualidade do quarteto, qualquer indivíduo que subir ao palco terá a sensação de ter arrebentado, pois o som dos caras é fantástico!

Lembrando que mulheres não pagam até meia noite e após isso, R$8,00. Para os homens não há desculpa: R$12,00 independentemente do horário que você chegar. Mas cara: se você acha que míseros R$12,00 de cover não são justos para uma excelente banda da cidade, então é bom que fique em casa mesmo! Para "defender" o Rock´n´Roll você precisa fazer muito mais do que apenas falar, é preciso agir! Se não fez isso até hoje, comece na noite de sexta: é "prazer" garantido ou... ou você não dá mais atenção ao que eu falo! Nos encontramos lá, certo?

E em homenagem a banda que toca na sexta-feira no Don Rock, eu postarei um álbum de uma banda que eles gostam muito e que está na minha lista dos 10 melhores álbuns da década (é março e eu já comecei com essa bobagem! uhauahuah). Estou falando de Wolfmother e seu álbum de estréia homônimo.


Mind´s Eye - Wolfmother

Where Eagles have been - Wolfmother

Communication Breakdowm do Led Zeppelin por Wolfmother ( o timbre deste maluco é fora de série!)

É isso aí, abraço!

Macarraum - Rota 70

segunda-feira, 15 de março de 2010

Utilidade Pública - O que será da juventude joinvillense?



É rapaziada. Agora é oficial: Karadura Blues Brothers encerra as suas atividades e assim como Os Depira, faz com que os fãs do bom e velho Rock´n´Roll fiquem sedentos por novidades neste segmento. 2010 se mostrava como o "ano do rock" em Joinville, com a cena se fortalecendo e dando espaço a novas bandas e pessoas na cena underground da cidade. Mas eu sinceramente não contava com o "fim" destas duas gigantes... Na verdade eu acredito (e quero acreditar) que falamos apenas de uma pausa por tempo indeterminado.
E me pergunto mesmo sobre como ficará a juventude joinvillense sem estes dois ícones do rock da cidade. Muitas bandas boas aparecem, mas porra: eu estou falando de Karadura e Depira! Acho que não preciso explicar o que eles representam na história do rock de Joinville e de Santa Catarina.
Conversando com o senhor (hahaha) Allan Bastos, guitarrista e vocalista do KBB, os motivos que levaram ao término das atividades da grande banda estão relacionados à fatores alheios ao palco e ao ato de tocar. "Somos frutos de nossas escolhas e são elas que regem o nosso dia-a-dia". Mas se você acha que os clássicos karadurescos jazerão no limbo, esquecidos e nunca mais reproduzidos novamente, eu digo que você está amplamente enganado, pois vem aí o ALLAN BASTOS BLUES PROJECT. Ele continua sendo a mesma pessoa, portanto, você pode esperar versões nervosas de Hendrix, SRV, ZZ Top, Muddy Waters e tantos outros ícones do blues mundial. O projeto será capitaneado de Curitiba, cidade onde reside o grande "guitar hero" e contará com todas as músicas do Karadura, bem como um álbum novo há ser lançado neste ano!
Confesso que fiquei surpreso e chocado com a notícia, porém, fiquei feliz em ver que a vida segue, desde que você esteja disposto a viver e a se permitir. O mundo não acaba quando uma porta se fecha! Seguir em frente, com fé e disposição, transforma as pequenas atitudes e feitos em grandes possibilidades de acontecimentos futuros.
O mesmo se aplica a´Os Depira. A banda segue trabalhando, tocando e curtindo o bom e velho rock´n´roll, agora com o nome de Let it Jam, com o Alexandre Franz no vocal e guitarra. Clássicos e mais clássicos surgirão no interim de seu repertório e nesta sexta, 19/03 os amigos se apresentarão no Don Rock. Falarei mais do show amanhã ou depois, quando tiver um banner para divulgação.
É uma pena que a juventude de Joinville não possa mais ver Karadura Blues Brothers e Os Depira dividindo a mesma noite num show, como fizeram milhares de vezes durante a sua história, ou melhor, durante a história do Rock de Joinville. Para quem não viu, saibam que foi mágico e único. Para quem viu, assim como eu, acreditem que os novos projetos dos rapazes merecem atenção, respeito e admiração, pois tratam-se das mesmas pessoas, só que evoluindo!

Abraço a todos!

Karadura Blues Brothers tocando Pride and Joy de SRV

Os Depira tocando Tempestade.

Karadura Blues Brothers e Os Depira em Roadhouse Blues do The Doors (eu estava nesse dia! UHUL!)

É isso!

Abraço rapaziada!

Macarraum - Rota 70

OBS: Que showzaço da Dr. Pimenta no Chopada dos Calouros da Udesc, hein? Parabéns aos amigos, pois foi o melhor show da noite!


quinta-feira, 11 de março de 2010

Relatando - Voltando a ativa!

É isso aí, rapaziada! Tenho muito o que contar e ferramentas "rudimentares" para fazê-lo (graças a maravilhosa operadora de telefonia fixa que possuo em casa!), mas mesmo assim, neste glorioso dia 11/03/10 tenho a honra e o prazer de voltar a ativa por estas bandas virtuais. Volto a postar no blog no mesmo dia do aniversário da minha mãe! Olha só, que novidade reconfortante! (sua vida mudará depois disso, tenho certeza!)
Nesta semana que fiquei longe do blog, fiz e senti coisas que há muito não vivia. Fui assaltado (na verdade, foram dois assaltos em uma semana, totalizando uma perda de aproximadamente R$1500,00), me decepcionei comigo e com outros, me alegrei comigo e com outros, cozinhei (era lasanha, mas conta!), cantei, me senti deslocado, me embriaguei e curti muita música boa! Assisti o jogo do Timão na Libertadores (aquele Danilo ofende a minha inteligência e a minha paciência) e fiz uma ou outra boa ação. Enfim: vivi intensamente e sou feliz e grato por isso!
No dia 05/03 subimos ao palco do Moinho ao lado do Creedence Brasil. Pouca gente e muitas decepções. O show do Creedence foi ótimo! Os caras são os melhores, disparados e eu acredito que eles mereciam, sobretudo, um público maior para curtir a grande festa que eles proporcionaram ao público de Joinville. Até o Robert da Atrito subiu ao palco com os caras e mandou muito bem na difícil Rock ´n´ Roll do Led Zeppelin. Devo agradecer imensamente aos amigos Rogério, do Creedence Brasil, que tocou bateria na música War Pigs conosco... A energia foi ótima e a pegada do doido é intensa! Tudo acertado no último dia e sem ensaio, mandamos ver! Foi maravilhoso! Quem também deu uma canja foi o sempre presente Lemos (Echoes) que cantou Roadhouse Blues e Another Brick in the Wall. Pedir para o cara subir ao palco e não cantar um Pink Floyd é pecado, certo? Memorável, ao meu ver e os caras ainda voltaram ao Moinho no sábado, para tocarem ao lado do Motorocker e Campo Minado.
Também fui a um aniversário, onde a banda Seus Alternadores estava mandando um som. O repertório dos caras melhora a cada dia, sem perder aquela energia e força já conhecidos da galera.

Enfm: bora para o próximo show(que ainda não tem data, nem previsão de acontecer!).

Para o prazer e deleite de todos: Cream - Disrali Gears, de 1967. Antológico álbum deste grande power trio!


E agradeço imensamente pelos mais de 1000 acessos a este blog em menos de dois meses. Sinto-me orgulhoso e honrado por este fato e agradeço à todos que acompanham este blog e as vezes compactuam com as idéias deste ser que vos fala. Emocionado, eu agradeço a todos!

Cream - Strange Brew

Cream - Outside Woman (Que também foi regravada pelo Back Door Slam)

Abraço!

Macarraum - Rota 70



quarta-feira, 3 de março de 2010

Convocação! - Rota 70 abrindo show do Creedence Brasil no Moinho!


TODOS CONVOCADOS PARA ESTE PRIMEIRO SHOW DO MÊS DE MARÇO!

A Rota 70 está honrada em ser a banda escolhida para abrir o show dos amigos do Creedence Brasil. É motivo de grande satisfação voltar a tocar no Moinho São Paulo e poder dividir o palco com uma banda da qual somos fãs. Particularmente lembro-me de uma apresentação em especial da Soda, banda do Hederson, vocalista e guitarrista do Creedence Brasil, que terminou de maneira marcante para mim (hihihihihih) por motivos (sim, plural!) muito prazerosos, por assim dizer!
Mas voltando ao show, teremos algumas novidades no repertório da Rota 70, que se preparou ativamente para esta apresentação que contará com a participação do pessoal do Creedence, numas canjas com a gente, para abrilhantar mais ainda a nossa noite!
Por isso eu peço encarecidamente que prestigiem o evento! Vá, fique bêbado, cante, dance muito e da próxima vez traga mais gente, pois somente assim transformaremos Joinville num pólo exportador de Rock´n´Roll e daremos as bandas daqui, que são muito boas, a notoriedade e o valor por seu merecimento.

A Rota 70 abrirá o show e estará no palco por volta das 23:30 h, assim sendo, chegue cedo e evite filas!

Abraço

Macarraum - Rota 70

Rock de Joinville - Echoes e o lado negro da lua!


A banda Echoes foi formada e iniciou suas atividades no ano de 2005. Com grande influência de bandas do rock psicodélico e rock'n roll dos anos 60 e 70, a banda promove um destaque maior para covers que faz das maiores bandas do estilo: The Doors e Pink Floyd. Mas não fique achando que eles se limitam a tocar apenas clássicas destas duas gigantes, pois os caras mandam muito bem também em outras homenagens à bandas como Creedence (que faria o pessoal do Creedence Brasil ficar orgulhoso pela qualidade!), Jimi Hendrix, Eric Clapton, Deep Purple, entre outros. A banda é formada por Tiago Lemos(Lemos) na guitarra e vocal, Lucas Cota(Godo) na guitarra e vocal, Rodrigo Mendonça(Cido) no baixo, Marcus Vinícius Carvalheiro(Ezelg) na bateria e Diego Tartaglia nos teclados e já roda por este "mundão de Deus" há um bom tempo, despejando muita música de qualidade e esbanjando comprometimento com o tal Rock´n´Roll
O Tiago e o Cido são "arroz de festa". Encontro os rapazes em tudo que é show, festas de formaturas e afins e eles sempre lá, curtindo o som, bebendo uma bira e chacoalhando a cabeleira. Lembro de ter visto o Tiago dar umas duas ou três canjas no saudoso Liverpool Snooker Pub, ao lado bandas como Yellow Box e Impublicáveis. Preciso dizer que o cara cantou Pink Floyd? E foi perfeito, na minha singela opinião!
Já tivemos o prazer de dividir o palco com os rapazes no dia 30/01/09. Foi nosso primeiro show no ano passado e eu estava bastante nervoso, pois era a primeira vez que eu encarava uma platéia tão grande. Mas deu tudo certo e o show foi ótimo, mesmo com os diversos erros que cometi e que felizmente já não fazem mais parte do meu cotidiano (estudei para isso, ao menos!)
Rola na comunidade da banda Echoes, uma enquete: "O que vocês acham da banda Echoes fazer música própria?" A minha resposta a enquete é: "Ótimo. Estava na hora", mas não quero pressionar os rapazes ou algo do gênero é que acredito no som que eles fazem. Os covers são excelentes e as chances das músicas próprias serem ótimas é de igual tamanho! Faço votos para que loco escutemos algumas músicas dos rapazes que, na minha modesta opinião, fazem um dos melhores tributos ao Pink Floyd deste Brasil!

Comfortably Numb - Pink Floyd por Echoes.

Young Lust - Pink Floyd por Echoes

Echoes Acústico!

Abraço

Macarraum - Rota 70

segunda-feira, 1 de março de 2010

Relatando - E começa a convocação para o show do dia 05/03 no Moinho!

Hoje, após acompanhar o "martírio" de minha linda namorada, pude me atualizar junto as novidades do mundo do entretenimento e da política. A revista mais nova do P.A. 24 Norte era de 2006 e o assunto vigente na época era o mensalão (do PT) e todas as maracutais pertinentes aos tais crimes de colarinho branco. Estamos em 2010, só que agora o mensalão é do Democratas, o que me faz pensar que estes crimes aparecem apenas de quatro em quatro anos, como eleições, copa do mundo, olimpíadas, entre outros. A única coisa que me deixou efetivamente feliz foi a evolução dos "recipientes" onde a propina foi escondida. Saiu da cueca e foi pra meia, o que torna o dinheiro, ao meu ver, um tanto quanto mais limpo!
Voltemos aos acontecimentos do final de semana. Que show da Máfia no Taberna! Os caras são como vinho, ficam melhores com o passar dos anos e este show em especial, de certa forma comemorava a formatura do Sr. Pim, excelente baixista da Máfia e da Atrito. Fica aqui expresso os meus mais singelos votos de sucesso ao amigo!
E é semana de show! E um show muito especial para a Rota 70, pois teremos a oportunidade de tocar com uma grande banda, com uma história marcante e qualidade indiscutível! Mais de 17 anos na estrada, diversos fãs espalhados pelo mundo (sim, pelo mundo!) e um trabalho ímpar nesta homenagem mais do que especial ao grande CCR. Sim, eu falo de Creedence Brasil, a banda dos amigos Rogério, Belegone e Ederson, que com certeza trarão para o palco do Moinho alguns petardos da Eletro Silvino, para alívio e felicidade daqueles que conhecem o trabalho dos rapazes. (Quem matou a bolinha? uhauhahua)
Confesso que estou muito feliz com este início de semana. Fiquei um tanto quanto preocupado com alguns acontecimentos na madrugada de segunda, mas felizmente, tudo certinho já! E já me preparo para o próximo final de semana, que será intenso! UHUL!


Por estar tão feliz, irei postar um álbum que escuto com grande frequência desde que foi lançado. É de uma das bandas mais importantes na minha trajetória musical e o show dos caras é fantástico! Um power trio poderoso, que ao meu ver, rivaliza de igual para igual com Cream, The Experience, Rush e tantos outros. Trata-se do Dr. Sin, a banda dos irmãos Ivan e Adria Busic e do guitar hero Edu Ardanuy.
Seguem links para downloads de um álbum comemorativo aos 10 anos da banda, lançado em 2000 e que foi dividido em 2, pelo tamanho do arquivo.


A cozinha é perfeita, com vocais poderosos. Ambos cantam muito bem e a guitarra do Edu vem cheia de peso e virtuosismo. Eu já fui em diversos workshops dele e cara: ele fica a cada dia melhor! Os últimos sons dele são verdadeiras obras primas e se o CD dele sair esse ano, entrará tranquilamento nos 10 melhores do década!

Isolated - Dr. Sin (talvez o maior solo do Edu Ardanuy e na minha opinião, um dos melhores solos de guitarra da história do rock´n´roll mundial!)

Futebol, Mulher e Rock´n´Roll - Dr. Sin (Filosofia de vida isso! Pelo menos para mim!)

Fire - Dr. Sin (Espia o vocal do André Mattos! Só óia! Credo!)

Abraço

Macarraum - Rota 70

OBS: Só estou esperando o banner do show de sexta para começar a divulgar no blog.